quarta-feira, 24 de dezembro de 2008

Casos e descasos

João Hélio- Tão chocante quanto revoltante como inadimissível. Uma criança de seis anos é arrastada por um carro, preso ao seu cinto de segurança, por mais de sete quilômetros. Motivo: a merda de um carro. A falta de policiais em Rocha Miranda facilitou a fuga dos assaltantes (de carro e da alma do menino). Durante a via-crucis do garoto, vários motoristas sinalizaram e os criminosos (cinco, entre eles um menor de 16 anos) alegaram ser um "Judas" preso ao veículo.

Bárbaro! O menor pegou a pena máxima de 3(!!!) anos de internação. Isso reabre a discussão sobre "menoridade criminal". Foi marcante ver o pai dando seu depoimento em Páginas da Vida. Foi emocionante, segundo relato de amigo, ouvir seu nome gritado no Maraca.

O crime bárbaro provocou uma onda de revolta e solidariedade na população. Testemunhas se ofereciam para ajudar a polícia, algo incomum. Além disso, foram organizados vários atos públicos contra a violência no Rio de Janeiro.
O crime também intens...



Isabella Nardoni- Menina de 5 anos morre após cair do 6º andar. O "pai" surgiu como principal suspeito. Tentaram jogar o bomba na mão de um pedreiro que discutiu com Alexandre (pai) e até achar um suposto assaltante...
O fato é que tudo leva a crer que foi o "pai" em companhia da madastra os autores desse nefasto crime. Não vou ficar me prendendo a dados mas o "pai" foi acuasado após cair em contradição e depoimentos não baterem com o da esposa.
O pai de alexandre tentou de alguma forma focar o caso em um possível desleixo da mãe de Isabella.
É incompreensível como uma pessoa tem total sangue frio para matar seu próprio frio. Não sou apto a dizer, mas deve ser o cúmulo da falta de humanidade. No entero da garota foram vários Joões, Josés, Marias, Carolinas, entre outros, pestraram solidariedade com flores e sentimentos. Os dois principais suspeitos de cometer o crime continuam presos (230 dias) respondendo o proc...

Eloá Cristina- Depois de um seqüestro, que durou 5 dias no próprio apartamento, onde era refém do ex-namorado, Lindembergue Alves, 22anos, morre a menina de 15 anos por causa de morte cerebral após uma bala ser alojada no seu cerébro por este rapaz. Posso metralhar todos as partes da história. Foi comovente. Vinte e sete mil pessoas no velório, dez mil no enterro, o meliante sendo preso e maltardo (ele?) por policiais. Todos vivendo o mesmo drama.

Posso metralhar diferntes partes. O maníaco, dizendo que amava a menina com quem namorou por dois anos, quando a mesma tinha incríveis doze (!!!) anos enquanto ele tinha 19. A mãe por deixar tal fato (namoro) acontecer. A equipe responsável pela negociação do seqüestro...

Surpreendente foi a ausência do pai que, após estourar o caso, tentou se apoiar na morte da filha para escapar da sua morte, certa, em Alagoas. Mais intrigante foi ver sua melhor amiga tentando levar de bandeja 2 milhões de reais por indenização que se...

Nota: Morre um diretor do bangu com uma porrada de tiros de fuzil no carro quando se dirigia ao trabalho

2 comentários:

Yza. disse...

Os casos sempre são silenciados por outros, que acabam silenciados. Os momentos de coincientização populacional e comoção geral duram o instante em que os casos ainda estão vigor. Depois de ter sido "solucionado" todos se sentem melhores e conformados. Será que precisamos de desgraça após de desgraça para apreciarmos o caos constante?
(Peguei pesado e viajei?)

Lucas disse...

No caso de Eloá Cristina, os grandes culpada pelo ocorrido foram a mídia e seu respectivo público espectador(sem opinião própria). Mídia hipócrita que crusificaria a polícia por matar o seqüestrador...antes do pior acontecer os atiradores de elite tiveram a oportunidade de "por um fim" no seqüestro, porém ordens do governador de SP impediram tal ação. Ele sabia que se o "pobre" seqüestrador morresse a repercussão seria ainda mais negativa...ou você não lembra do seqüestrador(fdp) do ônibus que a pouco ganhou até "filminho"?!